Nordeste

Bolsonaro ignora consulta pública e nomeia último colocado da lista tríplice para reitor da UFPB

05/11/2020


Revista Nordeste

O presidente da República Jair Bolsonaro nomeou, através de publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira (5), o professor Valdiney Veloso como novo reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) pelos próximos quatro anos.

O novo reitor dividiu a chapa com Liana Filgueira Albuquerque na consulta pública que definiu a gestão da reitoria da universidade e ficou em terceiro lugar, com apenas 5,35% dos votos, atrás de Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega, 48,44%, e Isac Almeida e Regina Celi Mendes, com 46,21%.

Durante o processo eleitoral, Valdiney apontou ser defensor das ideias do presidente Bolsonaro, a exemplo do programa Future-se, um dos principais carros chefe do Ministério da Educação em relação às universidades federais que visa participação da iniciativa privada dentro do ensino público.

Decisão segue tendência
A decisão do presidente Jair Bolsonaro segue tendência do que ocorreu em outros estados do Nordeste, a exemplo do Rio Grande do Norte, onde ele indicou a professora Ludimilla Oliveira, que ficou em terceiro na lista tríplice, para ser a nova reitora da Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa), em Mossoró.

O mais votado da lista tríplice, professor Rodrigo Codes, relatou, por meio das redes sociais, que a escolha de Bolsonaro foi um ‘golpe na instituição’, apontado que ele foi eleito pela maioria e de forma democrática.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.