Política

Bolsonaro usa morte de Tarcísio Meira para atacar Doria: “quem tomou Coronavac está morrendo”

Dando continuidade à sua campanha contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), Jair Bolsonaro, em entrevista a uma rádio de Mato Grosso, nesta terça-feira, 17, afirmou que “quem tomou Coronavac está morrendo”. A vacina, desenvolvida na China (país atacado pelos bolsonaristas), foi trazida para o Brasil através do governo Doria.

 

“Olha o que está acontecendo com a Coronavac, ninguém tem coragem de falar. Gente que tomou as duas doses, foi infectada e está morrendo”, disse Bolsonaro.

 

“Por que ela [sic] está morrendo? Porque acreditou nas palavras do governador de São Paulo, que disse que quem tomasse as duas doses da Coronavac e for infectado jamais morrerá. A pessoa fica em casa, achando que tomou as duas doses e não vai morrer, e acaba morrendo”, declarou.

PUBLICIDADE

.

 

Bolsonaro aproveitou a morte do ator Tarcísio Meira, que faleceu no dia 12 de agosto mesmo após ter sido vacinado com as duas doses da Coronavac, para impulsionar sua briga política contra o governador de São Paulo.

Doria rebate

 

Em entrevista à CNN Brasil, Doria rebateu as acusações de Bolsonaro acerca da eficácia do imunizante e lembrou que a mãe de Bolsonaro Dona Olinda, foi imunizada com a CoronaVac. “Ele esqueceu que a senhora mãe dele tomou aqui no Vale do Ribeira duas doses da CoronaVac. A vacina que salvou a mãe do presidente da República foi a CoronaVac. A vacina que já foi para 70.850.000 brasileiros foi a CoronaVac. 42% de todos os brasileiros até o presente momento tomaram a CoronaVac. Eu tomei a CoronaVac aqui no meu braço, estou bem, estou imunizado. Portanto, ao presidente da República o meu desprezo, porque ele despreza o Brasil, despreza os brasileiros, virou as costas para milhões de brasileiros que precisavam de vacina e ele insistindo em comprar cloroquina. É, lamentavelmente, um presidente desqualificado, especialmente no tema da saúde e na proteção do seu povo”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp