Nordeste

Camilo Santana diz que primeiro lote da vacina enviada ao Ceará deve ser da AstraZeneca

O governador Camilo Santana (PT) disse, nesta quinta-feira (17), que o lote de 1,7 milhão de doses de vacina contra a Covid-19 que deve ser enviado ao Ceará no primeiro semestre de 2021 deverá ser do imunizante em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

De acordo com o plano nacional de imunização lançado, na última quarta-feira (16), pelo Governo Federal, o “memorando de entendimento” é para aquisição de 100,4 milhões de doses da AstraZeneca até julho de 2021.

O Ministério da Saúde planeja, nas primeira três fases de vacinação, aplicar doses da AstraZeneca. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), uma das mais importantes instituições de ciência e tecnologia da América Latina, é parceira da Oxford e do laboratório AstraZeneca na produção dessa vacina.

“A maior quantidade de vacina que o Ministério (da Saúde) fez acordo é com a Fiocruz e Oxford, com relação à AstraZeneca. A previsão é que no primeiro semestre o Ceará receba 1,7 milhão da AstraZeneca, depois de validada pela Anvisa, pelos órgãos competentes, que garantam a segurança da vacina”, afirmou Camilo. As informações são do Diário do Nordeste.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp