CEARÁ

Ceará registra redução de 12,8% nos roubos em maio

As ações realizadas pelas Forças de Segurança resultaram em uma redução de 12,8% nos roubos em todo o Estado no mês de maio de 2024, se comparado com o mesmo mês de 2023. Enquanto em maio de 2023, 3.716 ocorrências de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) haviam sido registradas, no mesmo mês de 2024, foram 3.239 casos. Os dados foram obtidos pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), órgão vinculado à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Além disso, todas as regiões do território cearense registraram reduções. Na Capital, a diminuição chegou a 5,6%, indo de 2.467 ocorrências em maio de 2023, a 2.330 registros no mesmo mês em 2024. A maior redução foi na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com diminuição de 36,9%: em maio de 2023, 726 casos haviam sido registrados; já no mesmo período deste ano, foram 458 ocorrências.

As regiões Interior Sul e Interior Norte também tiveram reduções no período. No Interior Sul, houve redução de 27,6% na comparação entre o quinto mês de 2024 em relação ao mesmo período do ano anterior. Em maio de 2023, 257 CVPs haviam sido contabilizados; já no mesmo mês de 2024 houve 186 ocorrências. A região Interior Norte, por sua vez, teve diminuição de 0,4%, indo de 266 casos em maio de 2023 a 265 casos em maio de 2024.

Redução também no acumulado

Se analisado o acumulado entre os meses de janeiro a maio, também foi registrada uma redução de 9,9% nos roubos em todo o Estado, quando as ocorrências de CVP caíram de 18.025 para 16.247 na comparação entre os primeiros meses de 2023 e 2024. Se analisados apenas os números da cidade de Fortaleza, a redução chega a 5,3%, quando houve diminuição de 12.098 para 11.458 casos no período.

Já o Interior Sul e a RMF registraram as maiores reduções de CVPs. O Sul do Estado teve uma diminuição de 24,1% entre janeiro e maio de 2024 na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior, indo de 1.357 a 1.030 casos. Durante o período, a RMF foi de 3.285 a 2.543 casos, um total de 22,6% de queda. Por fim, o Interior Norte teve diminuição de 5,4% nas ocorrências, caindo de 1.285 para 1.216 casos em 2024.

Estratégia

A redução nos casos de CVPs se destaca como resultado de iniciativas como o “Meu Celular” e o “Segurança no Ponto”, que buscam estabelecer estratégias para combater as ocorrências. Enquanto o primeiro se destaca como importante ferramenta no combate a crimes com foco nos aparelhos portáteis, o segundo visa o reforço de policiamento ostensivo com prevenção de crimes contra o patrimônio em paradas de ônibus.

Lançado em abril deste ano, o programa Meu Celular disponibilizou uma plataforma por meio do qual os proprietários podem cadastrar os aparelhos celulares e ativar um alerta em caso de furto, perda ou roubo, coibindo também a prática de receptação. O sistema pode ser acessado por meio do site, no qual o usuário poderá cadastrar-se com o fornecimento do IMEI do aparelho celular. Com o cadastro, o proprietário poderá ativar o alerta para o celular nos casos já mencionados.

Já o Segurança no Ponto, lançado em março, tem o objetivo de reforçar a segurança por meio do policiamento ostensivo, pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), nas paradas de ônibus com base em dados fornecidos a partir da Supesp, obtidos a partir do registro de Boletins de Ocorrência (BOs) pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). A primeira fase do programa é realizada na Capital em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

Além disso, uma outra plataforma que deverá somar-se na estratégia de combate aos CVPs é o E-Denúncia 181, lançado na última semana, que disponibiliza uma página no site da SSPDS com uma plataforma por meio do qual o cidadão pode repassar informações para contribuir nas investigações. Entre os tipos de denúncias, o visitante pode repassar informações sobre práticas ilícitas como roubos, furtos e receptação.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp