Nordeste

Chuvas atingem o Nordeste e o Sul do país; Alagoas é o estado mais prejudicado

O acontecimento meteorológico conhecido como “Ondas do Leste” está aumentando a quantidade de chuvas no Nordeste. O governo federal reconheceu nesta segunda-feira (4) a situação de emergência em 15 cidades de Alagoas, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. De acordo com a meteorologista do site Climatempo Maria Clara Sassaki, “pelos próximos 30 dias ela deve oscilar entre forte e fraca na costa do Nordeste, do recôncavo baiano até o Rio Grande do Norte”. A meteorologista afirmou que as chuvas podem continuar até o mês de agosto. As informações foram publicadas nesta segunda em reportagem da CNN Brasil.

 

Alagoas foi um dos estados mais atingidos pelas chuvas nos últimos dias, com duas mortes neste final de semana. Cerca de 56 mil pessoas foram afetadas. Há mais de 50 municípios alagoanos em situação de emergência. Em apenas quatro dias do mês de julho, cidades alagoanas registraram uma volume de chuvas maior do que a média prevista para todo o mês, com mais de 300 mm de precipitação.

 

Em Pernambuco, há 29 cidades atingidas pelas chuvas, entre os quais 15 já encaminharam decretos de situação de emergência, informou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Sedec).

 

De acordo com a Central de Operações da Defesa Civil do estado, em todos os municípios atingidos há 1.085 desabrigados (que precisam de abrigo do governo) e 5.988 desalojadas (pessoas afetadas pelas chuvas, que não estão sem abrigo. Podem estar na casa de parentes ou amigos, por exemplo).

 

A capital do Rio Grande do Norte, Natal, decretou estado de calamidade nesta segunda-feira (4). Em 12 horas, o município teve mais da metade do volume de água esperado para todo o mês de julho, segundo o Centro Nacional de Monitoramento de Alertas e Desastres (Cemaden).

 

O governo federal reconheceu nesta segunda-feira (4) a situação de emergência em três cidades de Santa Catarina: Braço do Norte, Braço do Trombudo e Iomerê.

247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp