Ceará

Com aumento de casos de Covid e de Influenza, Ceará implementará plano de contingência

O governador do Ceará, Camilo Santana, realizou, na noite desta quinta-feira (30), uma transmissão ao vivo nas redes sociais para falar sobre a pandemia da Covid-19 e o aumento dos casos de síndrome gripal no Estado. Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha, que apresentou o panorama de momento. O tom foi de alerta pelo aumento dos casos de Influenza e de Covid, e também de apelo para que a população se vacine, continue utilizando máscaras, pratique o distanciamento social e evite aglomerações nas festas de fim de ano e em reuniões familiares.

 

“Devido ao aumento dos índices no grau de positividade nos testes de Covid-19 e por uma grande procura na demanda assistencial na rede estadual de saúde, promovemos uma reunião nesta quinta-feira (30) para avaliar tanto a pandemia quanto o aumento dos casos de síndrome gripal no Ceará. Nossos técnicos já estão avaliando dados e, pelo o que nos foi apresentado, apontam que o momento requer a prática de alguns cuidados para evitar novos surtos de Covid, e também a transmissão das síndromes respiratórias que estão acontecendo em nosso Estado, principalmente em Fortaleza”, apontou o governador, que informou estar atento também ao aumento nos números de casos na Europa e Estados Unidos.

 

Camilo Santana afirmou que já há indício forte de transmissão comunitária da variante Ômicron no Ceará, e, por isso, promoverá ações de imediato. “A variante já foi identificada no Ceará e, como o nível de propagação é muito alto, queremos aqui, neste momento, em meio às festas de final de ano que foram marcadas com antecedência, e que deverão cumprir todos os protocolos exigidos, dar um alerta. É preciso dobrar os cuidados nessas festas de celebração, quando as famílias e amigos se reúnem. Que usem máscaras, pratiquem o distanciamento social e evitem aglomerações”, reforçou.

 

Diante deste cenário, o Governo do Estado anunciou que a secretaria da Saúde (Sesa) vai elaborar e comandar um plano de contingência, que consiste em:

 

1) Promover a testagem em massa em todos os municípios;
2) Reforçar o monitoramento dos casos de Covid-19;
3) Aumentar a fiscalização dos protocolos sanitários estabelecidos;
4) Ampliar a vacinação (D1, D2 E D3).

 

“Vamos intensificar a testagem, ampliando os postos de testagem em pontos de grande circulação da população de Fortaleza. Para o Interior, já autorizamos a compra de mais testes de Covid-19 para garantir a distribuição aos municípios cearenses. Ter esses números é fundamental, porque somente com a testagem em massa, e esse controle, é que podemos elaborar novas ações de combate à pandemia no Ceará”, explicou o governador.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp