Sergipe

Com maior proporção de donas de negócios no Nordeste, Sergipe tem empresa 100% feminina de construção civil

As sergipanas dão exemplo de empreendedorismo feminino para o Brasil. Sergipe concentra a maior proporção de mulheres entre os donos de negócio do Nordeste e uma das maiores no País (37%), segundo o Atlas dos Pequenos Negócios, do Sebrae

 

 

Quando o assunto é empreendedorismo feminino, as sergipanas dão exemplo para o Brasil. O estado tem a maior proporção de mulheres entre os donos de negócio do Nordeste e uma das maiores do Brasil, chegando a 37%, segundo o  Atlas dos Pequenos Negócios do Sebrae.

 

 

E uma dessas protagonistas é a Rafaela Viana, de 31 anos. A empreendedora do município de Maruim fundou, em 2018, a empresa de acabamentos e pintura ‘Mulheres de Obra’ – a única da construção civil com mão de obra 100% feminina em toda a região.

 

 

“Mulheres de Obra é uma empresa totalmente disruptiva, que veio quebrar paradigmas. Sempre tive vontade de ver mais mulheres no canteiro de obra. E aqui, no Nordeste, somos a única empresa 100% feminina na área da construção civil.”

 

 

No setor da construção civil, Rafaela iniciou como técnica de edificações em uma empresa. Lá, notou que algumas coisas deixavam a desejar na parte de acabamento. E foi daí que surgiu a ideia de um novo negócio. Ela conta: “tudo mudou” após participar de um workshop do Sebrae sobre empreendedorismo feminino.

 

 

“Teve aquela palestra maravilhosa sobre empreender, sobre o protagonismo da mulher. E saí de lá convicta de que iria montar meu próprio negócio. Desde 2018 para cá, o Sebrae faz parte, tanto da minha vida como da minha empresa. Já participei de duas edições do Delas [Sebrae Delas, Desenvolvendo Empreendedoras Líderes Apaixonadas pelo Sucesso]. Aprendi muito, agregou muito valor para meu negócio.”

 

 

Desde então, a ‘Mulheres de Obra’ já fez oito obras de médio e grande porte e participou de obras em 500 casas e apartamentos. Para o futuro, Rafaela espera abrir mais filiais da empresa em outros estados brasileiros e que mais mulheres possam trabalhar nos canteiros de obras do País.

 

 

Há 50 anos, o Sebrae apoia pequenos negócios como o da Rafaela. São pessoas que trabalham e realizam, movimentando a economia e transformando a história de milhares de brasileiros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp