Nordeste

Com seca, Piauí adota medidas para regularizar abastecimento de água em Simões

A Agespisa está tomando as providências necessárias para garantir água para os moradores de Simões que estão prejudicados com a seca do açude Salgadinha, responsável por 50% do abastecimento da cidade.

 

A empresa ampliou de 12 para 17 horas o bombeamento de água da Barragem Marruá, localizada em Patos do Piauí, que também abastece Simões. Com a medida, já é possível verificar resultados positivos na distribuição de água.

 

A Agespisa também vai instalar um motor de maior potência no sistema de Patos do Piauí, aumentando ao nível máximo a capacidade de captação e reforçando o volume de água distribuído.

 

“A água produzida para a região é suficiente para abastecer as cinco cidades atendidas pelo sistema Poço de Marruá, mas os desvios clandestinos de água e as frequentes interrupções de energia elétrica prejudicam o fornecimento, causando descontinuidade no serviço”, ressaltou Genival Sales.

 

Periodicamente, a Agespisa realiza operações de retirada de ligações clandestinas de água na Adutora Poço de Marruá, sempre com apoio de forças policiais. Na última operação, em outubro de 2021, quatro pessoas foram presas em flagrante por desviar água para criação de peixes, irrigação de plantações, construções, abastecimento de reservatórios, dentre outras funções.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp