Ceará

COVID-19: Ceará se prepara para combate a uma possível segunda onda da doença

Revista Nordeste – Com 312.068 casos confirmados da Covid, e 9.762 óbitos, o Ceará está na fase 2, caracterizada por perigo iminente – para uma segunda onda da pandemia do novo coronavírus. Especialistas recomendam cautela na avaliação de um cenário de estabilização e anteveem um novo pico, como já acontece em países europeus.

A Secretaria Estadual de Saúde divulgou ontem, nova versão do Plano Estadual de Contingência contra a doença pelo coronavírus COVID-19.  O Plano apresenta recomendações técnicas aos profissionais da saúde e à população sobre como proceder no atual momento. No documento atualizado, as ações são divididas em cinco fases.

A primeira fase, considerada de Alerta, tem o foco no controle de casos e diagnóstico precoce. Aponta “medidas conjuntas de prevenção e controle” da doença. Nesse momento, deve haver o reabastecimento do estoque de insumos e fortalecimento da testagem em massa.

Na fase 2, etapa atual em que o Ceará se encontra, segundo a Sesa, o foco é no bloqueio de transmissão para evitar a disseminação. Determina a ampliação da comunicação com a população e profissionais de saúde e anuncia a alocação de equipamentos e suprimentos médicos para garantir o tratamento. Tudo isso, acompanhado pela monitorização da taxa de ocupação de leitos.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você