Internacional

Covid-19: Hospitais de Portugal estão à beira do colapso

Por Adriana Moysés, enviada especial a Lisboa, para o <span;>RFI

A médica gaúcha Nair Amaral, 52 anos, especialista em cirurgia geral, trabalha há quase três anos em Lisboa em hospitais do sistema público de saúde. Ela atua na linha de frente de atendimento a pacientes afetados pela Covid-19, em uma unidade de urgência respiratória. Portugal é o país que mais tem registrado novos casos da infecção viral por cada milhão de habitantes e aquele que, em escala mundial, apresenta a maior taxa de contágios, segundo dados da Universidade de Oxford.

Os hospitais portugueses estão à beira do colapso. Por falta de leitos, o Ministério da Saúde já estuda a transferência de pacientes para o exterior. Na avaliação da especialista brasileira, a variante britânica do vírus, mais contagiosa, provocou esse “boom” das infecções em Portugal.

Nair Amaral relata que já não conta mais o tempo de trabalho, em média 60 horas por semana. E quando volta para casa, não consegue dormir, pensando em seus pacientes. Em Lisboa e outras localidades do país, as ambulâncias formam longas filas nas entradas dos prontos-socorros até conseguir desembarcar os pacientes.

“Desde o início do mês, houve um aumento no número de doentes buscando os serviços de urgência, aumento no número de doentes graves, aumento de internados em enfermarias e em cuidados intensivos”, relata. “Muito mais jovens positivos, mas não mais jovens saudáveis graves”, detalha. Segundo a médica gaúcha, o que está ocorrendo neste inverno no hemisfério norte já era previsível e foi a “tempestade perfeita”. 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp