Brasil

CPI aprova requerimentos e Ernesto Araújo e Wajngarten serão ouvidos

A CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (5) requerimentos que pedem a convocação do ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e do ex-chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social Fabio Wajngarten à comissão. A sessão desta quarta-feira já foi encerrada.

 

Ambos devem ser sabatinados pelos senadores na próxima semana, sendo o depoimento de Wajngarten na terça-feira (11) e o de Araújo na quinta-feira (13).

 

De acordo com a Folha de S. Paulo, os parlamentares consideram importante o depoimento de Araújo porque, na gestão dele à frente do Itamaraty, pode ter ocorrido “possível omissão ou obstrução nas relações com outros países e organizações internacionais, que resultaram em dificuldades para comprar vacinas, insumos e medicamentos”. Eles também querem saber se, por motivos ideológicos, Araújo dificultou a compra de cilindros de oxigênio com origem na Venezuela durante o colapso do sistema de saúde de Manaus.

Na presença de Wajngarten, parlamentares querem apurar “falhas nas campanhas de comunicação, que não teriam informado corretamente a população sobre a importância de medidas para evitar a propagação da pandemia, contratação de influenciadores para difundir a hidroxicloroquina e, mais recentemente, seu papel na negociação para a compra de vacinas da Pfizer”.

 

Foram aprovados também requerimentos para a convocação dos ex e atual presidentes da farmacêutica Pfizer e de representantes da Fiocruz e do Instituto Butantan.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp