POLÍTICA

CPI da Braskem será instalada na próxima terça-feira

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) oficializou, por meio de sua assessoria de imprensa, a aguardada reunião de instalação da CPI da Braskem, agendada para a tarde da próxima terça-feira (12). Como o membro mais antigo, a responsabilidade de presidir o encontro recai sobre ele.

 

De acordo com reportagem do Congresso em Foco, o bloco majoritário planeja uma reunião prévia no gabinete do senador Omar Aziz (PSD-AM) para adiantar estratégias na CPI. Renan, autor do requerimento para criação do colegiado, possui tradicionalmente um espaço na Mesa Diretora. No entanto, essa posição não é garantida regimentalmente, exigindo do senador uma articulação junto aos seus aliados diante da oposição expressa por Rodrigo Cunha (Podemos-AL), contrário à participação do emedebista.

 

A CPI tem como objetivo investigar as ações e omissões da mineradora Braskem e das entidades administrativas de Alagoas no desastre ambiental que resultou no afundamento de diversos bairros em Maceió. Esta investigação, no entanto, atravessa uma rivalidade política de longa data em Alagoas: Renan Calheiros lidera o grupo político do governador do estado, Paulo Dantas, em disputa de influência contra o bloco do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), aliado do prefeito da capital estadual, João Henrique Caldas.

 

Ambos os lados buscam transferir responsabilidades para o adversário, apesar de Renan ter se manifestado contra a politização das investigações. Os embates, entretanto, devem se intensificar somente em 2024, uma vez que o Senado se aproxima do recesso legislativo, previsto para perdurar entre 22 de dezembro e 2 de fevereiro.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp