Brasil

Cúpula tucana vê quase rompimento entre Doria e o PSDB

247 – É cada vez mais tenso o clima interno no PSDB, partido que sabota a candidatura presidencial de João Doria e negocia o apoio a Simone Tebet, do MDB. “O comando nacional do PSDB está irritado com a iniciativa do ex-governador João Doria (PSDB-SP) de questionar a decisão do partido de tentar uma aliança com o MDB. A aliados, o presidente da legenda, Bruno Araújo, disse que a carta do paulista em que acusa a sigla de ‘golpe’ e ‘tapetão’ é um sinal de ‘quase rompimento’ com o PSDB, que ao fazer isso Doria ‘politicamente assume que não tem um partido’ e que ele está entrando ’em guerra’ contra toda a Executiva tucana”, informa o jornalista Lauriberto Pompeu, no Estado de S. Paulo.

 

“A carta do ex-governador foi enviada neste sábado, 14, e imediatamente Araújo reagiu convocando reunião da Executiva Nacional do partido para a terça-feira, 17, para discutir o teor do documento. Dentro da cúpula tucana, a avaliação é de que uma candidatura presidencial de Doria, por sua rejeição no País, ‘mata’ o governador Rodrigo Garcia (PSDB-SP) e consequentemente a chance de o partido permanecer governando o maior Estado do Brasil”, aponta ainda o jornalista.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp