Brasil

Datafolha mostra que Lula recuperou eleitorado mais pobre: intenção de voto supera até 2006

Lula tem 56% de intenção de voto entre as pessoas com renda até dois salários mínimos

247 – A pesquisa Datafolha divulgada na última quinta-feira (16) mostra que a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recuperou todo eleitorado mais pobre que historicamente sempre esteve com ele e até o ampliou.

Lula tem 56% das intenções de voto entre os eleitores mais pobres – com até dois salários mínimos. O número é um ponto superior a 2006, quando alcançou, na véspera do primeiro turno, 55% de apoio na faixa de menor renda.

No mesmo segmento, Jair Bolsonaro (PL) amarga apenas 16% das intenções de voto. 

Essa fatia da população, que concentra metade dos eleitores brasileiros, rejeita o atual presidente por atribuir a ele a maior parcela de culpa pela crise econômica brasileira, interpreta o jornalista Getulio Xavier.

O salto em relação a 2018 é impressionante: Fernando Haddad tinha apenas 29% do eleitorado mais pobre a seu favor nas pesquisas às vésperas do pleito, com pequena vantagem sobre Bolsonaro, que tinha 25% das intenções de voto no grupo.

Ainda segundo o Datafolha, Lula também recuperou o terreno perdido entre o eleitorado de classe média: 42% daqueles que recebem entre 2 e 5 salários mínimos dizem que irão votar no ex-presidente em 2022. Bolsonaro tem apenas 28% nesta parcela que lhe rendeu ampla vantagem contra Haddad em 2018.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp