Brasil

Defensoria Pública do RJ contabiliza 20 mortos durante operação policial no Alemão; polícia confirma apenas cinco mortes

A Ouvidoria da Defensoria Pública do Rio de Janeiro informou que pelo menos 20 pessoas morreram nesta quinta-feira, 21, durante uma operação policial no Complexo do Alemão.

 

Guilherme Pimentel, ouvidor da Defensoria, afirmou que levantou ao número junto ao diretor da UPA do Alemão, onde chegaram 15 corpos, e da equipe de assistência social do Hospital Estadual Getúlio Vargas, onde chegaram outros 5 corpos.

 

Já a polícia confirmou apenas cinco mortes:

  • O cabo da PM Bruno de Paula Costa, atingido no pescoço em ataque à UPP da Fazendinha;
  • Letícia Marinho de Sales, de 50 anos, moradora baleada dentro do carro — segundo parentes, por um policial;
  • 3 criminosos, de acordo com a PM, ainda não identificados.

 

A operação desta quinta-feira, 21, envolveu equipes do Bope (Batalhão de Operações Especiais) da PM e da Core (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais) da Polícia Civil.

247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp