Brasil

Delegado da PF responsável pela prisão de Milton Ribeiro denuncia interferência na investigação

 

 

247 – Delegado federal responsável pelo pedido de prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, Bruno Calandrini afirmou em mensagem enviada a colegas que houve “interferência na condução da investigação” e que a investigação foi “prejudicada” em razão de tratamento diferenciado dado pela polícia ao ex-ministro de Jair Bolsonaro, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.

 

 

De acordo com a matéria, o delegado federal agradeceu o empenho da equipe que participou da operação da Polícia Federal (PF) desta quarta-feira, 22, mas disse não ter “autonomia investigativa para conduzir o inquérito deste caso com independência e segurança institucional”.

 

Na quarta, Ribeiro e outros investigados foram detidos. Eles ficaram na PF de São Paulo até esta quinta-feira, 23, após o desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, decidiu pela cassação da prisão preventiva de Ribeiro e dos demais presos na operação.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp