Internacional

Departamento de Saúde do Reino Unido desmascara fake news grotesca de Bolsonaro, que relacionou vacinação com Aids

Bolsonaro mentiu mais uma vez e atribuiu ao Departamento de Saúde do Reino Unido fake news de que pessoas estão contraindo Aids ao se vacinar contra a Covid-19. Órgão desmentiu publicamente os boatos

247 – Jair Bolsonaro mentiu mais uma vez e atribuiu durante sua live de quinta-feira ao Departamento de Saúde do Reino Unido fake news de que a vacina contra a Covid-19 pode transmitir Aids, citando como fonte um portal conspiracionista de extrema direita.

O Departamento de Saúde e Assistência Social do Reino Unido desmentiu boatos de que relatórios mostrariam que pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19 desenvolveram Aids. Documentos citados nas mensagens falsas não associam a doença à vacinação em nenhum momento e, segundo a agência de checagem Aos Fatos, uma coluna foi inserida em uma imagem para distorcer os dados originais sobre a eficácia das vacinas. 

O Departamento de Saúde e Assistência Social do Reino Unido ainda afirmou que a publicação é de um site que propaga ‘fake news’ e teorias da conspiração. Zahraa Vindhani, oficial de comunicações da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido, também afirma que “as vacinas contra a Covid-19 não causam Aids”. “A Aids é causada pelo HIV.”, disse ela ao portal  G1. 

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp