Brasil

Desfile das Campeãs traz hoje seis escolas de volta ao Sambódromo

A noite deste sábado (30) será de festa na Marques de Sapucaí com a apresentação das seis escolas de samba do Grupo Especial mais bem colocadas no desfile deste ano. A programação começa às 21h30. O Salgueiro, sexta colocada, será a primeira a se apresentar.

 

A vermelho e branco da Tijuca, que somou 268.3 pontos, desfilou com 3 mil integrantes, que defenderam o enredo Resistência, mostrando que a palavra define a história da população negra no Rio de Janeiro. Com a condição de ter sido a primeira escola a introduzir a temática africana nos desfiles, o Salgueiro levará novamente para a avenida a cultura religiosa, as tradições de comemorações, das rodas de capoeira e de danças como o jongo, sem esquecer de criticar o racismo que ainda existe em pleno ano de 2022.

 

A segunda a entrar na passarela será a Portela, mais uma escola que neste ano levou para o Sambódromo temas da cultura negra para os desfiles. Com o enredo IGI OSÈ BAOBÁ a escola mostrou que a árvore sagrada testemunha do tempo simboliza a conexão com a ancestralidade do povo africano, o pilar que une o céu e a terra, o elo entre vivos e mortos. O samba enredo empolgou os integrantes, e o baobá marcou presença em diversos setores da azul e branco de Oswaldo Cruz e Madureira.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp