Brasil

Dilma: onda regressista do governo golpista vai se agravando

A presidente afastada Dilma Rousseff comentou nas redes sociais a proposta do governo de Michel Temer de desvincular benefícios como o de Prestação Continuada (BPC) e pensão por morte da correção do salário mínimo. Segundo o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil, a proposta estaria no texto da reforma da Previdência Social.

Para Dilma, a "onda regressiva do governo golpista vai se agravando. "Essa medida vai prejudicar mais de 23 milhões de pessoas e suas famílias que ganham uma aposentadoria de até 1 salário mínimo. Os trabalhadores e os movimentos sociais saberão barrar este retrocesso", criticou.

Padilha afirmou que Temer vai passar um pente-fino na proposta de reforma da Previdência e que a desvinculação estaria dentro do contexto da proposta. O ministro ressaltou, contudo, que nada está decidido. Segundo ele, o grupo que está elaborando a proposta de reforma da Previdência Social deve concluir o trabalho "possivelmente" nesta semana.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp