Maranhão

Dino lamenta incompetência de Bolsonaro: não comprou vacina da Pfizer porque achou cara, caro é manter uma pessoa na UTI

247 – O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB-MA), criticou nesta terça-feira (26) em suas redes sociais mais um crime de responsabilidade do governo Bolsonaro, que resolveu não adquirir as vacinas da farmacêutica Pfizer por considerar caro o valor do imunizante.

“Aos que resolveram não comprar vacinas da Pfizer porque acharam caras, lembro que muito mais caro é manter uma pessoa em uma UTI. Podiam ao menos ter oferecido aos estados, e não simplesmente descartar. Agora ficamos no fim da fila das vacinas e o preço está aparecendo”, disse.

Quase dois dias após vir à tona uma carta do CEO da Pfizer, Abert Bourla, de 12 de setembro de 2020, endereçada a Jair Bolsonaro pedindo celeridade do governo do Brasil na aquisição de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório, o Ministério da Saúde na noite deste sábado (23) confirmou a autenticidade do documento.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp