Brasil

Dólar fecha em alta de 1,69% e atinge máxima em dois meses

O dólar fechou em alta de 1,69% nesta segunda-feira (11), cotado a R$ 5,5031, no maior nível desde 5 de novembro (R$ 5,5455 ).

Em quatro pregões seguidos de alta, a cotação acumulou ganhos de 4,54%. Desde 10 de dezembro, quando bateu uma mínima em seis meses (R$ 5,0417), a moeda salta 9,16% e, apenas em 2021, ganha 6,01%.

O resultado foi impactado pelos mercados globais, diante do aumento do número de casos de coronavírus no mundo, e marcado pela correção em vários ativos de risco, como bolsas e petróleo.

O Banco Central interveio no câmbio nesta segunda (11) ao vender US$ 500 milhões por volta de 13h40 para dar liquidez ao mercado. As compras diminuíram num primeiro momento, mas depois voltaram a ganhar tração.

Na máxima do dia, a moeda norte-americana bateu R$ 5,5161. Veja mais cotações.

Já o Ibovespa opera em queda.

No exterior, o índice do dólar frente a uma cesta de moedas também tinha alta, dando sequência à correção dos últimos dias, destaca a Reuters.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp