Política

Doria culpa “falta de gestão e senso de urgência” do Ministério da Saúde por atrasos na entrega de vacinas

 O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou o atraso nas entregas de vacinas pelo Ministério da Saúde. Ele culpou a “falta de gestão e senso de urgência” da pasta pela demora, que levou, nesta segunda-feira (26), sete capitais a suspender a aplicação da primeira dose.

 

Estas são: Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Florianópolis (SC), Campo Grande (MS), Salvador (BA), João Pessoa (PB) e Belém (PA).

 

Na capital paulista, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) anunciou a suspensão da vacinação de pessoas de 28 anos, que aconteceria na próxima semana. Ele atribuiu o atraso à má interpretação da gestão municipal sobre o cronograma de entregas do governo estadual.

PUBLICIDADE

 

“Ministério da Saúde tem 16 milhões de vacinas paradas em estoque e centenas de brasileiros morrendo diariamente por falta de vacinas. Vergonhosa essa falta de gestão e senso de urgência”, disse o governador, em seu Twitter.

Com 247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp