Arquivo Nordeste

E-book “ISOLAMENTO SOCIAL – Relatos de mulheres jornalistas ” atrai 64 depoimentos inéditos durante a Pandemia com lançamento em abril

Uma iniciativa pioneira, oportuna e ousada marcará o universo intelectual a partir de João Pessoa com a projeção de lançamento ainda em abril do e-book ” ISOLAMENTO SOCIAL – relatos de mulheres jornalistas” de forma virtual envolvendo 64 depoimentos inéditos durante a fase da Pandemia.

Segundo a apresentação, “a obra foi construída coletivamente por uma pluralidade de mulheres
jornalistas, mães, avós, pesquisadoras, profissionais que atuam nas redações, nas universidades, nas aassessorias de imprensa, dirigentes partidárias e sindicais, jornalistas (umas, mães; outras, não), mulheres brancas, negras, de variadas faixas geracionais, que moram sozinhas, que vivem acompanhadas etc”.

E diz ainda: “Os relatos são agrupados em três momentos – medo, esgotamento e ressignificação: o primeiro, marcado pelas ansiedades, assombros, mal-estares, incertezas, permanentes estados de alerta; o segundo, pela exaustão psicológica, excesso de deveres, de trabalho, poucas horas de sono, pensamentos intrusivos,
inquietude em muitas situações; o terceiro ressignifica o caos: o que é motivo de pânico se transforma num posicionamento ativo de esperança, de otimismo, de lições para o mundo pós- coronavírus”.

Conforme a apresentação, “os depoimentos, escritos entre os meses de maio a agosto de 2020, são
livres; a escrita e o estilo também. Nessa obra, o(a) leitor(a) vai acompanhar a história de uma jornalista que teve filho em hospital em meio à pandemia, outras que enfrentaram a dor da perda de familiares (mãe, pai, irmãos, amigos), para o coronavírus e para outras doenças. São mulheres que tiveram a Covid-19 e sobreviveram, inclusive duas delas são organizadoras do e-book”.

A apresentação da obra por Kiára Rabay,
Sandra Moura, Sônia Lima e Zezé Béchade e fruto do fato delas terem estado pela primeira vez numa quinta-feira, 12 de julho de 2018, quando chegaram ao Tramonto Wine Bar,
no bairro de Manaíra, em João Pessoa, pouco depois das 21h30 chamadas pelo anúncio no Facebook que essa noite prometia música
de alta qualidade, executada ao piano. Daí surgiu o grupo “Tramontinas” até por conta da Pandemia gerando na sequência a produção do livro e/ou e-book.

Eis uma iniciativa sensível e de valor pelo conjunto dos textos e depoimentos sobre esta fase histórica.

 

http://revistanordeste.com.br/e-book-isolamento-social-relatos-de-mulheres-jornalistas-atrai-64-depoimentos-ineditos-durante-a-pandemia-com-lancamento-em-abril/


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp