Brasil

É irreparável tudo o que está acontecendo’, diz esposa de Marcelo Arruda, assassinado pelo fascismo bolsonarista

Pamela Suelen Silva afirmou que a morte do marido é um ato de ‘extrema estupidez’

‘Estou sem chão’, diz Pamela Suelen Silva, viúva de tesoureiro do PT morto no PR

 

247 – A viúva de Marcelo Arruda, Pamela Suelen Silva, afirmou neste domingo (10) que está “sem chão” com o assassinato político do marido durante seu aniversário de 50 anos pelo terrorista bolsonarista Jorge da Rocha Guaranho.

 

“É uma extrema estupidez tudo isso que aconteceu, perder o pai dos meus filhos por um extremismo ridículo. Isso é horrível. A dor de toda família é terrível”, disse Pamela, em entrevista à Globo News. “É irreparável tudo o que está acontecendo”, acrescentou.

Pamela contou que ninguém da família conhecia o assassino e que Marcelo Arruda foi baleado após a celebração do parabéns, com a festa já próxima do fim. “Ele (Jorge) falou para o Marcelo: ‘Eu vou voltar, eu vou voltar’. Quando ele retornou, saiu do carro atirando”, diz Pamela. “Espero que haja justiça e que acabe toda essa violência. Isso só causa tragédia”, afirmou. 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp