Internacional

Em análise, Walter Santos expõe repercussão de Lula na Espanha e Europa

Na Espanha, ainda repercute discurso de Lula para líderes internacionais com efeitos impressionantes

O Brasil de fato se transformou em ambiente de baixa estima e pouco respeito internacional depois do Governo Bolsonaro. Não, não é preconceito, e sim dura realidade pelo conjunto das políticas adotadas.

Perdemos, como disse recentemente Gilberto Gil, o grau de consideração conquistada tempos atrás, recentemente.

Esta introdução me traz até aqui porque há dias repercute em toda a Europa, em especial na Espanha, o discurso de estadista professado pelo ex-presidente Lula no recente encontro histórico do PSOE ( semelhante ao PT) durante a última convenção do partido espanhol.

POSIÇÃO ESTADISTA

 

Lula foi profundo, solidário, estrategicamente bem posicionado ao tratar dos dramas progressistas no mundo diante dos absurdos fascistas, sobretudo tendo a categoria de dialogar com o PSOE, claro da Espanha, citando com conhecimento de causa  as mudanças na Alemanha, nos países nórdicos e até nas eleições municipais da Itália.

Não tem comparação em nenhum nível ao que significa a agenda moderna e atualizadissima do ex-presidente com os anseios internacionais e o compromisso do Brasil com uma pauta à altura dos interesses do mundo.

Lula deu um show e, em videoconferência, terminou ovacionado por gerar a esperança de que o Brasil tem jeito e está em vias de superar todos os retrocessos. Lula abafou.

O QUE ACONTECEU

O Partido Socialista Operário Espanhol enterrou cinco anos de divisão interna neste sábado, na jornada inaugural de seu 40º congresso, em Valência.

O abraço entre Pedro Sánchez e Felipe González, um de seus maiores críticos dentro do partido, simbolizou o fechamento das feridas abertas e a reconciliação dos dirigentes atuais com o passado da organização.

Os socialistas sairam de seu congresso mais tranquilo desde 2008 com uma reafirmação de seus princípios social-democratas, aos quais agora se somam as etiquetas verde e feminista, dois dos eixos que monopolizaram os debates dos delegados socialistas.

Na tradição da social-democracia, o partido de Sánchez aposta numa reforma tributária que, sem mexer no bolso da classe média, contribua para a “justiça fiscal” e amplie a arrecadação pública. A promessa de substituir o modelo produtivo por uma economia limpa se une às várias resoluções aprovadas para avançar nos direitos da mulher, entre elas o compromisso de proibir a prostituição.

As reivindicações feministas, em todo caso, foram praticamente o único assunto que motivou alguma controvérsia no encontro. Estas são as grandes linhas programáticas aprovadas pelos socialistas.

QUEM É

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE; espanhol: Partido Socialista Obrero Español ) é um partido político da Espanha, fundado em 1879. Na atual legislatura, o PSOE preside o governo da Espanha desde 2 de junho de 2018. Faz parte do Partido Socialista Europeu.

Em síntese, Lula anda muito credenciado fora do Brasil.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp