Brasil

Em Brasília, Marcos Tolentino diz à CPI que está internado e motoboy vai depor

247 – O empresário Marcos Tolentino, considerado por alguns senadores como sócio oculto do Fib Bank, empresa que participou, como garantidora, das negociações da vacina Covaxin com o Ministério da Saúde, não irá depor nesta quarta-feira (01) à CPI.

 

Tolentino alegou que está internado após ter passado mal ao dirigir-se a Brasília na noite de terça-feira (31).

Segundo reportagem da CNN, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), confirmou que a comissão irá ouvir nesta quarta-feira (1), no lugar de Tolentino, o motoboy Ivanildo Gonçalves, que trabalha para a VTCLog e era originalmente esperado para a comissão nesta terça (31), mas não compareceu após habeas corpus do ministro Kassio Nunes Marques.

 

“ATENÇÃO: Marcos Tolentino, que viria hoje à CPI, foi internado sob alegação de sequelas da covid-19. Dessa forma, a CPI receberá daqui a pouco o motoboy da VTCLog, Ivanildo Gonçalves”, postou o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), às 9h24 no Twitter.

 

O senador lembrou que “Ivanildo foi o responsável pelos saques de mais de R$4,7 milhões e por supostos pagamentos de boletos em benefício de Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde”.

PUBLICIDADE

Na sessão desta terça, o relator da CPI, Renan Calheiros, e Randolfe mostraram imagem de câmeras de segurança mostrando o motoboy em uma agência bancária no mesmo horário em que foram pagos boletos de Roberto Dias.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp