Brasil

Em conflito com Bolsonaro, Mourão diz achar inviável dar aumento para policiais e outras categorias

O vice-presidente Hamilton Mourão se mostrou novamente contrário a posição defendida por Jair Bolsonaro e criticou a possibilidade de reajuste a servidores.

 

Nesta terça-feira, várias categorias de servidores fizeram manifestações em Brasília por reajuste de salários. A insatisfação do funcionalismo público aumentou após Bolsonaro indicar um aumento para policiais.

 

“Não tem espaço no Orçamento para isso. Não sei nem se o presidente vai conceder isso daí (aumento para agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Departamento Penitenciário Nacional). Vamos aguardar a decisão do presidente. O espaço orçamentário é muito pequeno”, disse Mourão.

 

No Orçamento aprovado no Congresso, foi reservado R$ 1,9 bilhão para o aumento dessas categorias. O governo, entretanto, afirma que ainda não foi confirmado esse aumento.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp