Brasil

Em ofício ao governo Bolsonaro, Petrobrás formaliza alerta sobre risco de desabastecimento de diesel

Conselheiros da empresa veem “descaso” do governo em relação ao problema

247 – Apesar de já tê-lo feito informalmente, a Petrobrás enviou ao governo Jair Bolsonaro (PL) um ofício para formalizar o alerta sobre o risco de desabastecimento de diesel no Brasil, informa Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Por meio de ofício, a diretoria da empresa enviou dados ao governo que justificam o alerta. Com o documento, a empresa se blinda de possíveis ataques de Bolsonaro. Caso a crise se instale, ele não poderá jogar sobre a Petrobrás a responsabilidade e alegar que não sabia do risco.

A empresa diz que caso sua política de preços seja alterada – a política que atrela o preço dos combustíveis no Brasil ao dólar -, haverá risco de desabastecimento porque afetará a importação do produto.

De acordo com a previsão, faltaria diesel no país no terceiro trimestre deste ano, justamente na época em que o combustível tem sua maior demanda. O período é o de maior exportação de grãos.

Conselheiros da Petrobrás se mostram assustados com a lentidão do governo Bolsonaro. Para eles, já deveria haver traçado um plano emergencial contra a escassez de combustível. “Descaso”, eles dizem.

Os conselheiros defendem que o governo já deveria se preparar para ter que priorizar o fornecimento de diesel para setores essenciais da economia, como os de saúde e distribuição de alimentos.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp