Brasil

Engenheiro da Eletronorte explica “apagão” no Amapá e alerta sobre perigos que a privatização do setor acarreta

08/11/2020


Por Rogério Tomaz, especial para o 247 – Apesar do “apagão” na cobertura da grande mídia sobre o assunto, todo o Brasil ficou consternado com a situação de quase 700 mil pessoas que ficaram mais de quatro dias sem energia elétrica no Amapá. O blecaute teve início após um incêndio, na noite de terça-feira (8), que ocorreu numa subestação em Macapá, de propriedade da empresa espanhola Isolux Corsan.

O assunto ficou entre os mais comentados no Twitter ao longo da semana, com a maioria dos usuários manifestando solidariedade ao povo do estado, e também figurou entre os temas mais buscados no Google no Brasil neste período.

Em entrevista para o Brasil 247 o engenheiro Ikaro Chaves, funcionário da Eletronorte, explicou em detalhes a situação, denunciou as responsabilidades da empresa espanhola e apontou o desinteresse do presidente Jair Bolsonaro em relação à crise vivida pelos amapaenses. Leia também artigo dele sobre o assunto.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.