Paraíba

Eric Figueiredo assume IPEA por indicação de Guedes enfrentando resistência na briga da UFPB; saiba dos bastidores da indicação do reitor Valdiney

Embora haja festejo na área de economia da UFPB com a indicação do professor Eric Figueiredo para a presidência do IPEA como segundo Nordestino na história a ocupar o cargo – o outro foi o piauiense João Paulo dos Reis Veloso – a liberação do docente enfrentou dificuldades pela crise entre o Reitor Valdiney Gouveia e setores da gestão nos Centros criando obstáculos.

Mas, o fato é que Eric Figueiredo se apresenta numa fase de realinhamento do País nesta esfera de conhecimento a partir da determinação do Ministro da Economia, Paulo Guedes, de fazer o professor paraibano novo condutor das políticas do IPEA.

Ele tem curriculum invejável e por isso mesmo dispõe de know how para enfrentar e construir a nova fase.

A CRISE ANTERIOR DA NOMEAÇÃO

Os enfrentamentos surdos de bastidores na atual liberação do novo dirigente do Instituto levantaram dados revivendo o veto do Gabinete Institucional comandado pelo General Heleno contra a nomeação da professora Terezinha Domiciano, primeira colocada na disputada da UFPB.

A partir deste veto, mesmo com investidas de parlamentares, como o deputado federal Efraim Filho, eis que surgiu como elemento novo no processo a participação do deputado estadual Cabo Gilberto junto ao filho do presidente, Carlos Bolsonaro, construindo a nomeação do professor Waldiney Gouveia, terceiro colocando e sem sequer constar na lista enviada ao MEC.

 

Neste interim, por pouco o nome do professor Isac Medeiros não foi nomeado como alternativa ao veto da professora Terezinha Domiciano.

SINTESE

<span;>O Reitorado do professor Waldiney Gouveia deve muito à iniciativa do deputado Cabo Gilberto, daí seu vínculo ideológico reacionário a exigir fôlego para enfrentar muitos questionamentos da comunidade universitária, como sempre muito insubordinada, no decorrer dos tempos.

 

O fato é que, independentemente de modos, pela primeira vez a Direita assumiu o comando da UFPB sem ser pelo voto. E tudo tem causas e efeitos reais.

ÚLTIMA

“Em terra de cego/ quem tem um olho é rei…”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp