Brasil

“Esse documento não é a chegada. É um ponto de partida”, diz Mercadante sobre diretrizes de governo da chapa Lula-Alckmin

O ex-ministro, coordenador da formulação do plano de governo de um eventual terceiro governo Lula, afirmou que o combate à fome a à miséria é a “prioridade absoluta”

 

 

 

 

247 – O ex-ministro Aloizio Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo, afirmou nesta terça-feira (21), no lançamento das diretrizes de governo da chapa Lula-Alckmin (PT/PSB).

 

“Esse documento não é a chegada. É um ponto de partida, e tem que ser compreendido como ponto de partida. Esse documento é um convite a todos aqueles que querem participar, debater e ajudar a reconstruir esse país. Portanto é um documento que está aberto a todo tipo de contribuição”, declarou.

 

Foi lançado um site para que a sociedade civil contribua com propostas para o plano de governo. “É um processo em que nós queremos ouvir a sociedade. Isso é a cara da história do presidente Lula, do governo Lula, do governo Dilma e da história que nós representamos nesse momento. Nosso programa de governo não é coisa só de técnicos, acadêmicos, de cima para baixo. Ninguém está aqui para escrever um livro e achar que aquilo resolve. Estamos construindo, é um trabalho de engenharia política”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp