Brasil

Ex-vereador Jerominho é morto com tiros de fuzil no Rio de Janeiro

O ex-vereador do Rio de Janeiro Jerônimo Guimarães Filho, conhecido como Jerominho, morreu nesta quinta-feira (4) após ser baleado na Estrada Guandu do Sapé, em Campo Grande, na Zona Oeste da capital fluminense. A informação foi confirmada pelo advogado da família e pela Polícia Militar. O ex-parlamentar levou tiros na perna e no abdômen. Depois foi levado para o Hospital Oeste D’Or.

 

O cunhado dele também foi baleado e está internado no Hospital Rocha Faria, com quadro estável.

 

Testemunhas afirmaram que eles foram feridos por dois homens de fuzil, que passaram atirando.

 

No fim de janeiro, o ex-vereador foi preso por extorsão a mão armada contra motoristas de vans. O crime foi cometido em 2005. Ele foi solto menos de uma semana depois. Dias antes da prisão, Jerominho anunciou em uma rede social que pretendia se candidatar a deputado federal pelo Patriota.

 

Jerominho é apontado como um dos fundadores da milícia Liga da Justiça, que atua na Zona Oeste da capital.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp