Brasil

Executiva Nacional do DEM resolve expulsar o deputado Rodrigo Maia

Poder360

A Executiva Nacional do DEM se reuniu nesta segunda-feira (14) e decidiu expulsar o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ). Ele entrou em atrito com a sigla à época da eleição para presidente da Casa, vencida por Arthur Lira (PP-AL), no início do ano.

“A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”, diz nota divulgada pelo partido – leia a íntegra no fim deste texto.

 

Maia apoiava seu aliado Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pelo cargo. Baleia também tinha apoio de partidos da oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

 

A maioria dos demistas, porém, ficou do lado de Lira, aliado do Planalto. O ex-presidente da Câmara ficou sem clima entre os deputados da sigla. Também houve atrito com a cúpula da legenda.

 

A bancada do partido na Câmara decidiu pedir a expulsão do deputado depois de Rodrigo Maia atacar o presidente da legenda, ACM Neto, em redes sociais. As frases do deputado vieram depois de o presidente da sigla criticar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

 

“Este baixinho não tem caráter. E ainda tem um pouco de pessoas que acreditam nele”, escreveu o deputado sobre o presidente do partido, entre outras afirmações.

 

“Comentários infantis e ofensas desnecessárias a ACM Neto refletem a tentativa de gerar constrangimento. Tem sido pior para ele [Maia]“, escreveu o líder do DEM na Câmara, Efraim Filho, quando divulgou que a bancada pediria expulsão.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp