Brasil

Fabricantes de vacinas é que devem procurar Brasil, não o contrário, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), alvo de críticas por causa do atraso do Brasil na campanha de vacinação contra a Covid-19, afirmou hoje (28) que os laboratórios que desenvolvem os imunizantes é que deveriam procurar o país para vender os produtos, não o contrário.

“O Brasil tem 210 milhões de habitantes, então um mercado de consumidor de qualquer coisa enorme. Os laboratórios não tinham que estar interessados em vender para gente? Por que eles não apresentam documentação [de certificação] na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]?”, questionou o presidente. “Pessoal diz que eu tenho que ir atrás. Não, se eu sou vendedor, eu quero apresentar”, acrescentou.

Diversos países, inclusive da América Latina, já anunciaram o início da imunização contra a Covid-19. No Brasil, entretanto, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello prevê a vacinação para fevereiro de 2021. Segundo o site da Anvisa, não houve pedido de autorização emergencial ou registro por parte de nenhuma empresa.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você