Brasil

Faria Lima e bilionários brasileiros tentam alavancar candidatura de Simone Tebet

Senadora do MDB ganha apoio de segmentos relevantes das classes dominantes brasileiras para a ser a candidata do 1% mais favorecido da sociedade

247 – Uma parcela significativa da classe dominante brasileira tenta reforçar o apoio à senadora Simone Tebet (MDB-MS), enquanto Jair Bolsonaro preserva a adesão dos ruralistas. “Com o nome de Simone Tebet (MDB-MS) praticamente definido como alternativa da terceira via, um grupo de empresários, executivos e intelectuais articula ações para impulsionar a senadora na corrida presidencial. Além de manifestos com o aval à candidatura, a estratégia envolve torná-la mais conhecida em todo o Brasil, bem como suas ideias e propostas”, aponta reportagem do Estado de S. Paulo.

“Um manifesto em apoio à senadora já reuniu 3 mil nomes, que vão da indústria à Faria Lima, a exemplo de Candido Bracher, ex-presidente do Itaú Unibanco, Pedro Wongtschowski, do Grupo Ultra, e Wolff Klabin, presidente do conselho da Klabin, além de economistas de linhagem tucana, como Armínio Fraga, Eliana Cardoso e Elena Landau – líder do plano econômico de Tebet. Eles dizem ver a senadora como capaz de reunir os ‘melhores nomes’ para traçar políticas públicas e acalmar investidores”, aponta ainda o jornal, o que demonstra que Tebet é a escolha de um segmento importante da burguesia brasileira. 

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp