Nordeste

Fátima Bezerra renova compromisso com educação durante pandemia

 

“Estamos vivendo tempos muito difíceis, muito desafiadores”, disse a governadora Fátima Bezerra na cerimônia virtual de posse da nova coordenação do Fórum Estadual de Educação do RN realizada nesta sexta-feira (05), de forma virtual e que contou com a participação de educadores e ativistas da educação. A solenidade deu posse à nova coordenação do órgão, que é consultivo, orientador e fiscalizador das propostas para políticas estaduais de Educação. Horas antes, a chefe do Executivo havia decretado medidas mais duras para conter a pandemia da Covid-19 que assola o RN e o país, ampliando o toque de recolher, que agora vai das 20h às 6h da manhã, de segunda a sábado, e aos domingos em tempo integral.

 

O momento dramático, com impacto direto na vida das pessoas, já matou 3.709 pessoas no RN e 262 mil no Brasil. “Nossa geração não imaginava, de maneira nenhuma, passar por um momento como esse”. No tocante à Educação, os estudantes da rede pública de ensino estão sem aulas presenciais desde março de 2020, tendo acesso a aulas remotas através de plataformas e aplicativos desenvolvidos pelo governo como o “Conferência SIGEduc em Ação” e o “Educa RN em Ação”. Além do conteúdo digital, o governo disponibilizou material impresso, aulas pela TV aberta e pelo rádio.

 

As aulas presenciais retornariam de forma híbrida em fevereiro de 2021, não fosse o recrudescimento da pandemia, com novas cepas do coronavírus, o que torna a doença mais contagiosa e letal. A alta ocupação dos leitos no estado – na faixa de 93% – levou o governo a decretar a suspensão da volta às aulas presenciais, dando continuidade ao ensino remoto. “Dói muito completar um ano sem aulas presenciais, porque sabemos dos prejuízos para os estudantes, o quanto isso vai aprofundar as desigualdades”, lamentou Fátima. “Mas, infelizmente, esse destino não fomos nós quem escolhemos. A nós, a escolha que cabe neste momento, é a defesa da vida.”

 

Fátima lembrou da sua luta para incluir os profissionais da Educação nas fases iniciais do processo de vacinação. “Em todos os encontros do ministro da Saúde com o Fórum dos Governadores, estava eu lá, sempre lembrando e cobrando”. Segundo a governadora, enquanto não sair o pacto nacional em defesa da vida, com ações unificadas de promoção à saúde para a retomada das atividades, o RN seguirá adotando as recomendações da ciência para preservar a vida e a saúde do povo potiguar.

 

“Sabemos o valor universal que a Educação tem, enquanto caminho para a conquista da cidadania e da dignidade. Ao Fórum Nacional da Educação, assim como ao Estadual, fica a saudação da professora governadora, e o nosso compromisso de que vocês têm um governo aliado na luta em defesa da Educação Pública, inclusiva, de qualidade para todos e todas. Nunca percam isso de vista”, destacou a professora Fátima Bezerra.

 

O governo do Estado repassou, através do PAGUE Emergencial (Programa de Autogerenciamento da Unidade Escolar), mais de R$ 5,1 milhões para que cada unidade de ensino tivesse recursos para realizar intervenções necessárias à retomada segura de 30% dos alunos em forma de rodízio quando o momento for oportuno. Os recursos são oriundos do tesouro estadual.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp