Maranhão

Flávio Dino apela à OMS, Opas e ONU por mais vacinas no Brasil

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), na qualidade de presidente do Consórcio da Amazônia Legal, enviou pedido de apoio à Organização Mundial da Saúde (OMS) e à Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) para a compra de mais vacinas contra Covid-19.

Dino enviou cartas ao diretor da OMS, Thedros Adhanom, e à diretora da Opas, Clarissa Etienne.

Ele pediu que os critérios de distribuição das vacinas do Covax Facility sejam revisados diante da grave situação da pandemia no Brasil. “Diante da gravidade dos indicadores da pandemia no País e nas Américas, critérios eficientes para a distribuição das vacinas do consórcio Covax Facility são essenciais no enfrentamento global da Covid-19, garantindo uma resposta célere às necessidades epidemiológicas específicas de cada localidade”.

O governador também fez menção à ONU, pedindo que a organização interceda “a fim de que o excedente das vacinas nos países desenvolvidos seja destinado ao Brasil, haja vista sua população de mais de duzentos milhões de habitantes e as dificuldades próprias de um país de dimensões continentais”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp