Maranhão

Flávio Dino recebe liderança do MST para diálogo sobre agricultura familiar e políticas públicas

O governador Flávio Dino recebeu, nesta sexta-feira (26), membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), para diálogo sobre ações voltadas aos trabalhadores do campo. O encontro ocorreu no Palácio dos Leões e teve a participação de um representante da Coordenação Nacional do MST.

 

Na reunião, foram discutidos os avanços das iniciativas do Governo do Estado voltadas aos trabalhadores do campo como, por exemplo, projetos nas áreas de produção, agricultura familiar e educação. O membro da Coordenação Nacional do MST, Alexandre Conceição, ressaltou a importância dessas ações para quem trabalha no campo.

 

“Nós estamos dando seguimento a todo o acompanhamento da política que Flávio Dino tem feito para a agricultura familiar e reforma agrária aqui no Estado, sobretudo, no tema da produção de alimentos e na educação. Nós viemos, então, fazer uma visita de cortesia e revisar esses pontos que têm avançado muito, principalmente com essa notícia boa que ele nos deu hoje, com mais de 1.300 escolas, entre construídas e reformadas em plena pandemia. O governo consegue atender socialmente a população do Maranhão com educação, com o processo da vacina, com o processo da compra de cestas básicas para as famílias que necessitam e, ao mesmo tempo, ajudar os agricultores que estão produzindo, a venderem os seus produtos para a merenda escolar, para a formação de cestas básicas”, afirmou o coordenador.

 

Programa de Compras da Agricultura Familiar

 

Desde o início da pandemia, o Governo do Estado já distribuiu cerca de 160 mil cestas básicas oriundas do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf). Para o representante da Coordenação Nacional, a política atende perfeitamente às famílias necessitadas e aos homens e mulheres produtores rurais. “Quando o governador atende com mais de 160 mil cestas básicas, ele está atendendo aquelas pessoas que mais necessitam, que estão passando fome. Ou seja, ele está atendendo o cidadão maranhense e, ao mesmo tempo, quando ele adquire estas cestas da agricultura familiar, ele também está atendendo o campo do Maranhão, aqueles que produzem, aqueles homens e mulheres que são produtores rurais desse Estado e que produzem alimento saudável. E aí, essa política atende perfeitamente”, disse o Alexandre.

 

Sim, eu posso

 

Na ocasião, no âmbito da educação, Alexandre relembrou as ações do ‘Sim, eu posso’, programa de alfabetização do Governo do Estado desenvolvido em parceria com o MST nos municípios maranhenses de menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

 

“A gente formou junto com o Governo e a Secretaria de Educação, o ‘Sim, eu posso’, um processo de educação e alfabetização que, em três quatro meses, a gente alfabetizou centenas e milhares de trabalhadores e trabalhadoras que antes não conseguiam nem pegar um ônibus. Hoje conseguem, inclusive, tirar seus documentos, sua carteira, assinar, graças a esse programa, porque a emancipação do trabalhador não é só receber cesta básica, que é fundamental, mas também se emancipar como cidadão a partir da educação”, frisou o representante.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp