Brasil

Flávio Dino responde às ameaças de golpe de Eduardo Bolsonaro: “nem com soldado, cabo ou capitão”

Governador do Maranhão criticou a declaração feita pelo deputado federal de que uma hora Jair Bolsonaro descumprirá ordens do STF. Na última campanha, Eduardo disse que bastaria mandar “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo

247 – O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB-MA), respondeu às ameaças do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), após o parlamentar dizer que uma hora o seu pai, Jair Bolsonaro (Sem Partido), vai descumprir ordens do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Não chegará tal hora”, afirmou Dino no Twitter. “Nem com soldado, nem com cabo, nem com capitão. O Brasil é muito maior do que milícias e miniditadores”, acrescentou.

Ao jornalista bolsonarista Luís Ernesto Lacombe, na RedeTV!, o filho de Bolsonaro criticou as investigações tocadas pelo Supremo Tribunal Federal no âmbito dos atos pró-golpe, das fake news e das milícias digitais. “Vai chegar uma hora em que essas ordens da mais alta Corte do judiciário nacional não vão ser cumpridas”, afirmou Eduardo na entrevista. 

Na campanha eleitoral de 2018, o deputado disse que bastaria mandar “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo.

Por determinação de Moraes, Jair Bolsonaro foi incluído no começo do mês  no inquérito fake news por causa dos ataques sem provas à confiabilidade das urnas eletrônicas.

No último dia 13, também por ordem de Moraes, a Polícia Federal prendeu o ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, acusado de envolvimento em um esquema de milícias digitais. 

Na última segunda-feira (16), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu redes sociais de repassar dinheiro a 14 canais  que alimentaram informações falsas sobre urnas eletrônicas. 

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp