Brasil

Franklin Martins deve deixar comunicação de Lula, que terá novo comando

247 – A equipe da campanha do ex-presidente Lula (PT) pela volta ao Palácio do Planalto terá mudanças nos próximos dias e dará uma guinada com o lançamento oficial da candidatura do petista.

 

O PT já bateu o martelo sobre a data e o local do evento que marcará o lançamento de Lula como candidato a presidente: dia 7 de maio no centro de convenções do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo.

 

Após o lançamento da candidatura, diz o jornalista, Lula e seu candidato a vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), iniciarão uma fase mais “robusta” da campanha, com mais viagens pelo país. O ex-presidente tem se mostrado insatisfeito com as críticas que tratam de sua suposta ausência das ruas. Em sua visão, ele tem participado de eventos em diversos estados e dado entrevistas.

 

Ainda que Jair Bolsonaro (PL), seu principal adversário, faça motociatas e manifestações, Lula argumenta que só não participa de comícios porque a legislação eleitoral ainda não permite.

 

Outra mudança significativa na campanha de Lula ocorrerá na coordenação da Comunicação, de acordo com o Poder 360. Muito criticado, o jornalista e ex-ministro de Comunicação Social Franklin Martins deve deixar o posto.

 

Seus possíveis substitutos são o prefeito de Araraquara e ex-ministro da Comunicação, Edinho Silva (PT), e o jornalista e deputado federal Rui Falcão (PT-SP).

 

Nesta segunda-feira (25), o marqueteiro da campanha também foi substituído. Augusto Fonseca foi afastado para a chegada do publicitário baiano Sidônio Palmeira. Ele trabalhou no marketing da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência em 2018 e em campanhas do governador da Bahia, Rui Costa (PT), e de Jaques Wagner. 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp