Política

Freixo se filia ao PSB e diz que democracia está em risco no Brasil

Em ato de filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) nesta terça-feira (22), o deputado federal Marcelo Freixo (RJ), ao lado do governador do Maranhão, Flávio Dino, que também se filia à sigla, alertou para o risco que o governo Jair Bolsonaro representa à democracia brasileira.

“A eleição de 2022 vai ser a mais importante de nossa história, até porque pode ser a última. A democracia está em risco em nosso país e a gente precisa admitir o tamanho deste risco e isso ser compatível com o tamanho de nossa responsabilidade”, disse o parlamentar, que deixou PSOL e aparece como um dos principais nomes para disputar o governo do Rio de Janeiro no próximo pleito.

O deputado também falou sobre o território fluminense: “é uma luta contra o crime organizado que arranca do Rio de Janeiro a possibilidade de ser um lugar feliz. Não é à toa que foi lá que se construiu esse mal maior que se espalhou pelo Brasil”, disse ele em referência à família Bolsonaro.

Sobre a legenda à qual se filiou, Freixo destacou: “um partido que tem história de luta pela liberdade e pela democracia”.

O evento ocorreu presencialmente na sede da Fundação João Mangabeira (FJM), em Brasília. Participaram do ato o presidente do PSB, Carlos Siqueira; o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB); o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); o líder da oposição na Câmara, Alessandro Molon (RJ-PSB), entre outros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp