Brasil

Gabinete de Jair Bolsonaro abasteceu ‘rachadinha’ por meio da filha de Queiroz, indicam extratos bancários

12/08/2020


Foto: Nelson Almeida/AFP

Mesmo quando empregada no antigo gabinete do presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, a personal trainer Nathália Queiroz continuou repassando a maior parte de seu salário ao pai, Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A informação é da Folha.

Dados da quebra de sigilo bancário de Nathália autorizada pela Justiça apontam que ela transferiu R$ 150.539,41 para a conta do policial militar aposentado no período entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, quando esteve lotada no gabinete de Bolsonaro. O valor representa 77% dos recursos recebidos pela personal trainer recebeu da Câmara dos Deputados.

A dinâmica dos repasses é igual à descrita pelo Ministério Público do Rio de Janeiro sobre a suposta “rachadinha” no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa fluminense. Enquanto esteve lotada na Assembleia do Rio, de dezembro de 2007 a dezembro de 2016, promotores identificaram que Nathalia repassou ao menos 82% de seus vencimentos para o pai. As transferências ou depósitos ocorriam sempre em até uma semana após o recebimento do salário.

A defesa de Queiroz afirmou, em nota, que os repasses se basearam na lógica de “centralização das despesas familiares na figura do pai”. Procurada pela reportagem da Folha, a Presidência da República afirmou que não comentaria o caso.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.