Política

Gleisi contesta Baleia e sinaliza que PT pode deixar bloco de apoio na Câmara Federal

A presidente do Partido dos Trabalhos (PT), deputada federal Gleisi Hoffmann, disse neste domingo (10), que pode deixar o bloco de apoio a candidatura do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) a presidente da Câmara dos Deputados após uma declaração do candidato ao jornal F. de São Paulo que poderia blindar Jair Bolsonaro de um processo de impeachment.

“Dar resposta a crimes do Executivo é o item 3.6 do compromisso de Baleia Rossi c/ oposição. Inclui analisar denúncias de crimes do presidente da República, mesmo q ñ haja acordo p/ aprovar impeachment. Ao negar o q tratamos e fechar essa possibilidade, Baleia perderá votos no PT”, disse Gleisi.

Em entrevista publicada no jornal Folha de S.Paulo, Baleia Rossi afirmou que “impeachment do presidente traria instabilidade e que independência não é sinônimo de oposição ao governo”.

Momentos depois, Baleia Rossi entrou em contato com a petista e disse que poderá pautar sim o processo contra Jair Bolsonaro caso seja eleito, porém, que não irá antecipar valores de juízo sobre o chefe do Executivo.

“Falei com a presidente @gleisi agora pouco. Ressaltei que vou honrar cada compromisso firmado com os partidos de oposição, o que inclui usar todos instrumentos constitucionais em defesa da democracia. Antecipar juízos agora não ajuda. Isso é o que disse à @folha”, declarou o deputado.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você