Nordeste

Governadora envia força-tarefa para coibir aglomerações em Pipa

Por determinação da governadora Fatima Bezerra, uma equipe das forças de segurança do Rio Grande do Norte seguiu hoje para a Praia da  Pipa, no município de Tibau do Sul com uma missão: coibir aglomeração e evitar cenas “lamentáveis” como as que foram mostradas no final de semana.

 

A força-tarefa é chefiada pela cúpula da Segurança Pública, tendo à frente o secretário, coronel Francisco Araújo, segundo a governadora informou na tarde desta segunda-feira (15), em entrevista ao Jornal GloboNews, Edição das 16h.

 

A realização de festas que colocam em risco a saúde do brasileiro neste momento de recrudescimento da pandemia do novo coronavírus foi registrada em várias partes do Brasil no início do Carnaval. No caso de Pipa, a governadora disse que não faltaram medidas preventivas, e lembrou a edição de um decreto em 02 de fevereiro suspendendo todo e qualquer evento comemorativo de carnaval, incluindo prévias carnavalescas e similares, promovidos por entes públicos ou da iniciativa privada, e reforçando a fiscalização estadual nos municípios não só em festas e eventos, mas quanto à obrigatoriedade do uso de máscara.

 

Lembrou também que o Governo do Estado, através da Operação Pacto pela Vida, está agindo em conjunto com os agentes de segurança e da vigilância sanitária para o cumprimento do decreto estadual. “Aquilo (em Pipa) é inaceitável. Inaceitável… Estamos encaminhando as forças de segurança para que as cenas, de completo desrespeito, de falta de solidariedade, não se repitam, especialmente neste momento em que estamos com os principais hospitais de referência do Estado no atendimento a paciente de Covid, com 100% de ocupação dos leitos críticos.”

 

O Rio Grande do Norte tem 251 leitos críticos e 305 clínicos destinados a pacientes com a Covid-19. Os números mais recentes, divulgados hoje, mostram uma taxa de ocupação de UTI de 79,9%, sendo a região metropolitana a mais grave, com 88,1% dos leitos ocupados. Sete unidades, entre elas o Hospital de Campanha de Natal não têm mais vagas. No Hospital João Machado e no Giselda Trigueiro, a taxa de ocupação é de 96%. Juntos, os dois têm 55 leitos, mas apenas dois estavam vagos na tarde desta segunda-feira. “Pelo amor de Deus. Temos de levar em conta essa realidade, até porque as pessoas que estavam em Pipa, uma vez acometidas de Covid, virão em busca de atendimento na região metropolitana”, frisou a professora Fátima Bezerra.

 

A governadora lembrou que o Pacto pela Vida vem se realizando desde o início da pandemia, dialogando com prefeitos, com gestores da área da saúde e com representantes da sociedade civil em geral. “Sem dúvida nenhuma Pipa é o cartão postal mais bonito do mundo. É linda, mas o que está acontecendo lá é muito feio. Digo, com muita dor: falta consciência por parte de segmentos da população que vai para a rua sem máscara, sem cumprir os protocolos sanitários, disseminando o vírus. Por isso estamos reforçando o efetivo da segurança para que isso não se repita.”

 

Fátima não descartou a aplicação de multas por desrepeito às normas sanitárias. “Naturalmente, pregamos o diálogo, mas onde houver omissão municipal, o Governo vai agir porque o que está em jogo é a vida das pessoas.” Emocionada, ela fez um apelo aos jovens, que são o público predominante nessas festas: “a juventude precisa cuidar de seus pais, dos seus avós, dos seus filhos.” A governadora aproveitou a entrevista para fazer um apelo à população. “Espero que haja bom senso, empatia, solidariedade, que haja o sentimento de amor ao próximo.”

 

http://revistanordeste.com.br/governadora-envia-forca-tarefa-para-coibir-aglomeracoes-em-pipa/

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp