Brasil

Governo Bolsonaro desmarca reunião com caminhoneiros e greve é iminente

247 – Após confirmar reunião com o deputado Nereu Crispim (PSL-RS), presidente da Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, e outros representantes dos caminhoneiros para quinta-feira (28), a Secretaria Especial de Articulação Social do governo federal desmarcou o encontro.

Os temas da reunião seriam as demandas dos caminhoneiros, especialmente a política de reajuste de preços de combustíveis da Petrobras, e a paralisação da categoria, marcada para 1º de novembro, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

Crispim diz ao Painel que Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, da Economia, hoje “só trabalham para banqueiro e investidor da Bolsa de Valores”.

“Os R$ 400 que eles estão oferecendo é esmola para o caminhoneiro”, completa, em referência ao auxílio que Bolsonaro prometeu criar para a categoria.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp