Rio Grande do Norte

Governo do RN e Prefeitura de Natal prorrogam suspensão de aulas

O Governo do Rio Grande do Norte e a Prefeitura do Natal confirmaram neste sábado (30), a renovação do decreto estadual que suspende as aulas nas redes pública e privada de ensino. Através do Decreto nº 11.967, o Poder Municipal “prorroga a suspensão das aulas na Rede Pública Municipal de Ensino até o dia 30 de junho”.

A estimativa da Secretaria de Estado da Educação (SEEC/RN) é de que a suspensão das aulas na rede seja prorrogada até o próximo dia 7 de julho. Os decretos atuais que discorrem sobre a questão das aulas no Estado e no Município de Natal perdem a validade neste fim de semana.

Em sua conta no Twitter, a governadora Fátima Bezerra disse que “ainda neste fim de semana será publicado um novo decreto prorrogando a suspensão” e que a “decisão foi tomada em consonância entre as entidades educacionais do Estado”. O Rio Grande do Norte tem cerca de um milhão de estudantes, segundo a SEEC.
O anúncio, porém, não disse até quando as aulas ficarão suspensas no Rio Grande do Norte. O secretário estadual de educação, Getúlio Marques, informou à TRIBUNA DO NORTE que a data solicitada pela pasta foi o dia 7 de julho. A ideia é antecipar o período de recesso de meio de ano entre as escolas.
“Nossa proposta foi que seguíssemos suspensos até o início de julho, com a possibilidade de fazermos os recessos, aqueles que não fizeram esse recesso de 15 dias, durante esse período de suspensão, para que se for possível voltar no início de julho, quando o comitê nos indicar esse retorno, então retornaríamos todos em conjunto”, explicou Getúlio Marques.
No Estado, as aulas estão suspensas desde o dia 18 de março, momento em que as medidas de isolamento social começaram a entrar em vigor. No dia 23 de abril, a governadora Fátima Bezerra prorrogou a suspensão das aulas na rede pública e privada do Rio Grande do Norte até 31 de maio.
O secretário Getúlio Marques detalhou que nem todas as modalidades escolares voltarão juntas. A SEEC tem estudado medidas e protocolos para saber como será o retorno das aulas quando obtiver o aval das autoridades sanitárias. “Estamos discutindo protocolos dessa volta.
Quais os anos que voltarão primeiro. Com certeza não voltarão todos os alunos no mesmo dia. Vamos voltar aos poucos, para ir testando e vendo o que é possível aprender nesse momento de retorno”, complementou.
Em Natal, as aulas também estão suspensas desde o dia 18 de março. A capital potiguar possui 146 unidades de ensino, sendo 72 Escolas de Ensino Fundamental e 74 Centros Municipais de Educação Infantil. Ao todo, são 58.478 alunos matriculados na rede municipal.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você