Bahia

Grupo indígena interdita rodovia no sul da Bahia em mais um dia de protesto contra PL sobre demarcação de terras

Mobilização acontece na BA-001, entre as cidades de Ilhéus e Olivença, e faz parte de um ato nacional contrário à transferência da competência para o Congresso Nacional. Atualmente, prerrogativa cabe à Fundação Nacional do Índio (Funai).

 

Um grupo de indígenas da tribo tupinambá interditou um trecho da BA-001, que faz ligação entre as cidades de Ilhéus e Olivença, no sul da Bahia, na manhã desta quarta-feira (30), em protesto contra a votação do Projeto de Lei 490, que transfere a competência da demarcação de terras.

 

Atualmente, a prerrogativa cabe à Fundação Nacional do Índio (Funai) e, caso o PL seja aprovado, a autonomia caberá ao Congresso Nacional. Os manifestantes pedem também que haja uma revisão na atual demarcação.

 

Os dois trechos da via seguem bloqueados, e a Polícia Militar acompanha as mobilizações.

As manifestações dos indígenas no sul da Bahia fazem parte de uma série de protestos de ordem nacional, com grupos de várias etnias se posicionando de maneira contrária à votação do Projeto de Lei.

Na segunda-feira (28), índios da tribo Hãe-Hãe-Hãe, de Itaju do Colônia, fecharam os dois sentidos da BR-415, gerando longo congestionamento na altura do trevo de Santa Cruz da Vitória.

No dia 17 de junho, um grupo da mesma tribo ocupou a sede Fundação Nacional do Índio (Funai), em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, em protesto contra o PL. O ato durou dois dias.

 

*g1ba


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp