Rio Grande do Norte

Guariteiros abrem fogo e evitam fuga no presídio de Alcaçuz

O maior presídio do Rio Grande do Norte esteve próximo de registrar sua primeira fuga em 2016. Guariteiros que atuam na penitenciária estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, evitaram que pelo menos dois detentos deixassem a unidade na noite da terça-feira (5). Foi necessário atirar para que os detentos retornassem à unidade.

Por volta das 20h30, dois presos conseguiram pular o muro do pavilhão 1, ficando divididos por um muro da área externa da penitenciária. Neste momento, no entanto, os guariteiros que estavam atuando na noite observaram a tentativa e abriram fogo contra os presos. Acuados, os detentos conseguiram retornar à área interna do pavilhão – não se sabe se pularam o muro novamente ou se entraram com algum acesso na parede.

Dentro do pavilhão 1, os presos iniciaram um motim junto a outros detentos e foi necessária a ação de agentes penitenciários e policiais militares do BPChoque para controlar a situação.

Nenhum detento fugiu, mas não há a confirmação se algum ficou ferido durante a ação. 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você