Nordeste

Homem é atacado e tem bicicleta arrastada por usar boné do MST na Paraíba

Brasil de  Fato – O estudante de geografia e trabalhador Thiago Souza seguia para o trabalho, na manhã desta quinta-feira (20) em João Pessoa (PB) quando teve sua bicicleta arrastada por um passageiro de um carro branco, que proferiu diversos insultos ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), visto que Thiago usava o boné da entidade.

 

“Eu tava indo para o trabalho de bike, como faço todos os dias, e coloquei o boné do MST, para proteger do sol e até por uma identidade visual de estar ocupando as ruas. Daí, quando eu estava no Bairro do Cabo Branco, numa avenida movimentada na beira da mata, senti uma buzina e um carro se aproximando muito perto de mim, eu acho que era um Siena branco. O motorista rindo e o cara do carona botou quase metade do corpo para fora, agarrou o guidon da minha bike e começou a gritar que o MST tinha que morrer,e falando um monte de palavrão. Eu meio que perdi o controle da bike e ele foi me arrastando mas eu dei um golpe, não sei onde, e ele largou o guidon”.

 

Quando os criminosos foram embora, tiveram de parar no sinal, na esquina da Beira Rio. Thiago os alcançou e deu um chute na porta do carro. Eles ainda abriram a porta do carro, Thiago veio na contra-mão e eles não puderam ir atrás.

 

“Colocaram a minha vida em risco porque se eu tivesse caído para debaixo do carro, ou qualquer coisa assim, poderia não estar aqui agora contando isso”, comenta ele.

 

“Eu acho que a gente tem que ocupar mesmo esses espaços mostrando  identidade visual, e até mostrar que nós somos um país democrático antes de tudo, que a gente tem todo o direito de se expressar e de usar qualquer cor, qualquer material, qualquer coisa que queira”.

 

Brasil de Fato: Você fez boletim de ocorrência, ou tem intenção fazer?

 

Thiago Souza: Penso em não fazer porque a ação dos criminosos não foi filmada, mas a parte que filmou foi o chute no carro, então acredito que poderiam reverter a situação e jogar tudo para cima de mim. Então, achei melhor não fazer esse B.O. Dessa vez vai passar, mas da próxima não passa não.

 

BdF: A quê você atribui esse tipo de comportamento desses desconhecidos?

 

T.S: Ao crescimento do fascismo no nosso país, que está intimamente ligado ao nosso desgraçado chefe de Estado, o Bolsonaro. É ele quem fomenta todo esse tipo de comportamento, de ideologia, e tudo que ele fala é basicamente a linguagem da violência. Ele e os eleitores dele, os seguidores, então eles estão de fato colocando em prática.

 

BdF: Você viu que, ontem, o ex vice-prefeito de Olinda foi brutalmente espancada por um vizinho bolsonarista, por questões políticas?

 

T.S: Eu vi, e isso é o crescimento do fascismo, eles estão de fato percebendo que a situação está ficando desconfortável para eles porque a insatisfação é geral, e como eles estão percebendo que talvez não ganham nas urnas, eles estão querendo demonstrar poder pela força física, né. E aí estão apelando para esse tipo de atitude. Temos que ficar de olho, guardar os nossos e se proteger também.

 

Thiago Souza é trabalhador estudante de geografia, integrante do Movimento dos trabalhadores por direitos (MTD) e do Movimento Brasil Popular (MBP).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp