Paraíba

Impasse na UFPB com a cobrança de aluguéis milionários a entidades de estudantes e servidores: “Não iremos pagar”

       Entidades representativas de estudantes e servidores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) denunciaram a cobrança por parte da Reitoria da Instituição de aluguéis milionários, feita nos últimos dias, segundo eles de forma indevida. Foram feitas cobranças ao Sindicato Dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (Sintespb) e ao Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Segundo a diretoria do Sintespb, os valores cobrados chegam a quase R$ 2,6 milhões. O Sindicato apontou que a cobrança é ‘injustificável, porque existe um contrato de comodato vigente entre as partes’.

De acordo com a Procuradoria Jurídica da UFPB, caso esse pagamento não seja efetuado, a dívida será inscrita no Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público Federal e remetida para inscrição de dívida ativa.

“Tal atitude do reitorado interventor demonstra a intenção de desmobilizar a categoria na luta por uma educação pública e uma Universidade ancorada nos processos democráticos”, disse o Sintespb em nota.

A presidente do Sintespb, Geralda Vitor dos Santos, declarou que a cobrança é ‘uma herança não resolvida das gestões anteriores do Sintespb, iniciado em 2014, e só agora executado pelo atual reitorado intervencionista’.

Cobrança ao DCE

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) declarou que foi ‘surpreendido’ com a cobrança de 46 meses de aluguel. A dívida totaliza R$ 870 mil.

“Não somos uma empresa para pagar aluguel por uso do espaço, por energia, água e Wi-fi, esse espaço é NOSSO, conquistado historicamente por centenas de estudantes que passaram antes de nós. Sendo assim entendemos que está cobrança é direcionada aos estudantes que compõem e já foram gestão do Diretório Central dos Estudantes. Nós iremos passar, VOCÊ irá passar, mas a entidade ficará e DENTRO DA UFPB. NÓS NÃO IREMOS PAGAR!”, disse o DCE em nota.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp